24 de setembro de 2018 Home | Conte sua história | Cadastre-se | Sobre nós | Fale Conosco | Anuncie aqui
 
 
Voltar para a home do GEx
twitterFacebook    Editorial GEx
pesquisar
 
   
 
Acomodações
 
 
Postado em 21/3/2003

Acomodações em albergues da juventude

Acomodação mais antiga e popular principalmente nos países europeus, procurados por jovens viajantes do mundo inteiro. Geralmente funcionam em edifícios grandes e espaçosos e com recepção 24 horas. São mais de 4.200 albergues no mundo.

A maioria das pessoas que se hospedam em Albergues da Juventude têm de 20 a 35 anos. Existem albergues que só aceitam hospedes até 26 anos, principalmente no sul da Alemanha e região da Bavária, isso porque se parte do princípio que uma pessoa acima desta idade pode bancar sua própria estada. Porém podem variam de país para país e vale a pena verificar, pois alguns dão prioridades para jovens e descontos nas diárias. Todos devem ser credenciados e portando suas respectivas carteirinhas.

Algumas escolas de idiomas têm convênio com albergues e oferecem esta hospedagem econômica, alguns incluem café da manhã e os quartos podem ser divididos entre mais de 4 ocupantes e nem sempre estudantes. Os dormitórios podem ser mistos ou divididos em alas feminina e masculina. A distribuição dos quartos é aleatória, podendo às vezes causar certo desconforto. Vale lembrar que os interessados nesta acomodação econômica devem ter espírito esportivo e dessa forma poderá fazer muitos amigos. Alguns albergues já oferecem hoje quartos para casais e famílias com banheiro privativo, porém em número muito reduzido e nem sempre disponíveis.

Instalações muito simples, compostas por beliche, pequenos armários, banheiros comunitários, cafeteria para pequenas refeições. Não há serviço de carregadores de malas, tampouco alguém que arrume sua cama (lençóis e toalhas podem ser alugados em alguns albergues a um custo aproximado de US$5, outros já incluem na diária). A limpeza das instalações é diária e os funciona'rios pedem que os hospedes saiam dos quartos durante o dia. Alguns têm instalações modernas e muito próximas do conceito de hotéis, como cafés (Amsterdã), piscinas aquecidas (em Nova Zelândia), sauna (em Sydney) sala de conferência (em Londres), câmbio, estacionamento, pequenas lojinhas com artigos de primeira necessidade.

Sugere-se que os estudantes tenham seus pertences sempre trancados, pois os armários são pequenos, mas alguns oferecem "lockers", armários com segredos.

Hospedar-se em albergues requer reservas antecipadas, principalmente durante o verão nos países do hemisfério norte. Mesmo que a escola contratada não ofereça este tipo de acomodação, você poderá fazer reservas por conta própria, basta credenciar-se junto à Associação dos Albergues da Juventude, comprar o guia do país escolhido e contatar-se diretamente com os albergues ou através das agências de intercâmbio no Brasil. Basta levar uma cópia do RG e pagar a anuidade ou solicitar sua carteirinha pelo site www.hostel.org.br. A maior rede de Albergues da Juventude é a Hostelling International, com mais de 340.000 leitos espalhados pelos cinco continentes e com cerca de 3,7 milhões de associados. Outras famosas redes de albergues são as Backpackers, Bananas Bangalow e YMCA.

Normalmente estão localizados próximos ao centro das cidades e de fácil acesso através dos meios de transportes públicos locais.

Existe limite máximo de permanência nos albergues, seis noites ou sete dias. A maioria deles usa o toque de recolher para determinar que ninguém mais entra após este horário, vale a pena se informar deste horário para não correr o risco de passar a noite ao relento.

Prós

  • Ideal para quem tem espírito de aventura, não está preocupado com luxo, quer gastar pouco e quer conhecer gente nova
  • Localizados próximos aos centros das cidades
  • Localização de fácil acesso
  • Contato com pessoas de diferentes culturas
  • Custo barato

Contras

  • Em alguns albergues os quartos podem ser mistos
  • Número variável de camas por quarto e distribuição aleatória
  • Pouca privacidade nos quartos e nos banheiros
  • Toque de recolher é o sistema utilizado por muitos albergues para determinar o fechamento da entrada principal, não permitindo a entrada de nenhum hóspede após este horário
  • Dificilmente consegue-se hospedagem sem reserva antecipada e para os hospedes não credenciados às associações de albergue.

 


Especiais GEx

Especiais GEx

 
   
 
© 2018 Global Exchange. Todos os direitos reservados.